amor

Força

15:26,0 Comments

Vem de uma sinfonia mágica,
Que posso voar;
Vem dos sinos que anunciam:
“Meia-noite chegou!”.
Vem dos suspiros da luz,
Que a lua soltou;
Vem das insinuantes estrelas,
Que posso cantar;
Vem das ondas do mar
A ir e voltar...
Vem de dentro do meu coração,
Das palavras que canto.
Vem de repente
Na linda canção.
Vem do amanhecer do dia,
Do desabrochar da flor;
Vem da alegria intensa
Que canto esse amor!


NÃO SAIA SEM LER:

0 comentários:

Obrigada por ler a crônica, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita e conhecer seu trabalho. Apareça mais vezes, vai ser um prazer ter você como leitor(a).