amor

E quando não quis mais, te encontrei...

20:00,0 Comments



Bacana esse lugar, não?” Se eu soubesse que era esse o segredo pra tirar o sorriso dela ali, naquele momento, já teria me pronunciado faz tempo! Aliás, não foi o modo como nos falamos pela primeira vez que me deixou apaixonado. Tenho certeza que foi o jeito como eu olhei pra ela e fui correspondido. Que sintonia! Pareceu encontro marcado! Depois de oferecidas algumas bebidas e conversas a noite não poderia estar melhor. Nossos amigos já estavam nos ignorando desde que estávamos ali faz tempo, rs. Conversando, ficamos em silêncio olhando alguns segundos um para o outro e nos beijamos. Meus batimentos subiram consideravelmente e, logo depois ela tomou a iniciativa e me convidou pra sairmos dali! Como eu iria prever que tudo isso iria acontecer de forma inexplicável, diferente de todas as outras? Numa noite em que me contentar com a mesmice seria comum, que até então estaria em casa trocando os canais de TV, contornaria o previsível e estaríamos ali! Entrei no táxi sem a menor ideia do que viria. Pegamos o elevador sem nos preocupar com o que as câmeras poderiam registrar, ela passou a chave na porta e disse “entra, vem...” O seu perfume já estava maravilhosamente impregnado na minha camisa. Antes mesmo de chegar no quarto, estávamos quase despidos. Nossos corpos se entrelaçaram perfeitamente e já estávamos bem soados no sofá da sala. Fomos pro quarto e depois de tudo, olhar pra ela dormindo sob o meu peitoral era um mix de todas as satisfações possíveis. Não consegui dormir. Foi diferente, amplamente fora do comum e, ao nos conhecermos naquela noite, foi como se fosse por uma vida inteira. Eu não sei o que iria acontecer dali pra frente. Ali, era aproveitar cada segundo, antes que o nosso despertador tocasse e aquela Segunda viesse com seu gosto de realidade...

NÃO SAIA SEM LER:

0 comentários:

Obrigada por ler a crônica, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita e conhecer seu trabalho. Apareça mais vezes, vai ser um prazer ter você como leitor(a).